Layout novo e operacional

segunda-feira, agosto 31, 2015 0 Comments A+ a-

Pessoal,

Temos layout novo no blog e finalmente operacional!! Finalmente!!

Custou, mas foi!  

Não consegui tirar os posts resumidos, tentei de tudo e nada.. Nos outros tenho conseguido tirar, mas este... puufff... portanto, se alguém souber como retirar, deixem em comentário :)

Problemas tecnicos

segunda-feira, agosto 31, 2015 0 Comments A+ a-

Estamos com problemas técnicos com o Layout do blog.
Até conseguirmos resolver, não aparecerá os titulos, datas e autor dos posts, assim como não dará para fazer comentarios.

Solucionaremos assim que possível.

Obrigado

The other Boleyn Girl - Review

quinta-feira, agosto 27, 2015 2 Comments A+ a-

Olá a todos :)

Hoje venho com a review do livro The Other Boleyn Girl, em português "Duas irmãs, um Rei", da autora Philippa Gregory.
O livro já é algo antigo, eu comprei o meu na minha viagem a Londres em 2012. Sim, está em Inglês.. ler em inglês custa um pouquinho, especialmente ao inicio, mas quando a história começa a desenvolver, custa menos... demorei bastante mais tempo a lê-lo, e parei durante o estudo (trabalhar e estudar ao mesmo tempo é dificil :x ).

No livro, Mary Boleyn é a personagem principal, juntamente com a sua irmã Anne. A história no livro é escrita como se fosse contada pela própria Mary.
Mary é ainda uma miúda quando casa com William Carey, e quando o próprio rei Henry VIII a toma como amante. Tudo acaba, quando Anne começa por seduzir o rei, levando-o a tentar anular o seu casamento com Cataria de Aragão, acabando até mesmo por romper as relações com a igreja católica, dizendo que lhe pode dar o tão desejado filho rapaz e herdeiro ao trono.
O livro está extremamente bem escrito e conta a historia de uma forma clara e descritiva. Gostei imenso do livro. Sou suspeita, porque eu adoro livros deste género.



Este livro inspirou o filme "Duas irmãs, um Rei", realizado em 2008. Vi o filme quando saiu e depois de ler o livro, voltei a vê-lo. A comparação entre o livro e o filme é inevitável.
Toda a gente sabe, que os filmes baseados em livros, tem muitas partes que tem que ser cortadas, pelo que tentam representar as partes mais importantes da história. Penso que neste caso, o filme não mostrou algumas partes importantes, embora entenda que o filme, que por si só já tenha 2horas e tal, se mostrasse essas partes o tornaria mais longo, e se calhar maçudo.

Partes importantes que não mostraram no filme:
1) Mary Boleyn foi amante do rei durante bastante tempo, e nasceram dois filhos: Katherine e depois o Henry. No filme, dá a entender que Mary apenas teve um filho do rei, neste caso o filho rapaz;
2) O filme começa com Mary a casar com William Carey. No fim, no filme diz que ela casa com William Stafford. Quando vi o filme antes de ler o filme, não entendi o que aconteceu com o 1º marido para ela acabar casada com outro no fim. Uma parte importante no livro que se perdeu no filme. O primeiro marido de Mary morre durante a peste, e William Stafford acaba por corteja-la e casar com ela;
3) Anne teve pelo menos 3 abortos do rei (e já enquanto rainha), sendo que no terceiro deu á luz o tal "monstro". No filme só menciona o ultimo, sendo aqui que o rei a aprisiona e se dá o julgamento e condenação.

Partes que o filme difere do livro:
1) No filme, aparece Anne, em desespero, a pedir ao irmão George para se deitar com ela e tentar ter um filho após o aborto, antes do rei descobrir. No livro não menciona nada disto, apenas aparece Anne a dizer a Mary, antes do 3º aborto, que ela não faz ideia do que foi necessário fazer para conseguir ter aquele filho, dizendo sempre que George a ajudou, mostrando-o sempre muito preocupado com a situação;
2) No filme, Stafford diz a Mary que vai sair da corte e vai viver para a quinta que comprou. Mary foge da corte para ir ao encontro dele, casando em segredo. Engravida pouco tempo depois e quando Anne descobre, expulsa-a da corte. Dá á luz uma menina chamada Anne. Volta á corte  a pedido de Anne, quando esta, já rainha, engravida;
3) No filme, quando Anne é condenada á morte, Mary vai á presença do rei pedir que poupe a irmã. Fala posteriormente com Anne dizendo que o rei garantiu que não a executava. No livro não é assim. Mary nunca foi falar com o rei, aliás, foi aconselhada a manter-se longe da vista da corte, para que não seja acusada como os irmãos. O rei pede sim a Anne que ela assine a anulação do casamento em troca da sua ida para um convento em França. Mary também não falou com a irmã antes da execução. Quem esteve com ela até á execução foi a filha de Mary, Katherine, que se tinha tornado entretanto dama de companhia da rainha.
4) Durante a primeira gravidez de Anne, quando estava para dar á luz Elizabeth, Madge Shelton, sua prima, torna-se amante do rei a pedido do tio de Anne, para manter o rei afastado de outras possíveis amantes (entre elas Jane Seymour, a 3ª esposa e rainha de Henry VIII.

Eu gostei do filme, embora agora ache que faltam partes fulcrais do livro que ajudam a compreender a historia.

Deixo-vos com o trailer do filme.

E vocês, já lerem o video ou viram o filme? O que acharam?


By Lum